Acerca de mim

Sou natural do Peso da Régua e tenho 60 anos. Dedico-me a fazer bordados há muito tempo e tenho já uma colecção que é um pequeno tesouro. Também faço para quem me peça e o que eu mais gosto de bordar são Lenços de namorados. Neste meu blogue coloco as fotografias dos meus últimos trabalhos sendo por isso o meu portfolio de bordados! Podem contactar-me pelo telefone 254315106 ou pelo email virginiadafonseca@gmail.com Envio para todo o país e estrangeiro. Fico à sua espera.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Lenços de namorados

Eram com eles que as raparigas conquistavam os seus "derriços". Pensa-se que a origem dos "Lenços de namorados", estará nos Lenços Senhoris do séc. XVII-XVIII. Posteriormente teriam sido adoptados e adaptados pelas mulheres do povo inicialmente no Minho mas depois espalhando-se o costume por todo o Portugal continental e insular.

Os lenços eram, em geral, quadrados, de linho e algodão e bordados ao sabor do talento e da imaginação da bordadeira: no entanto, seria como elemento preponderante na conquista do namorado que os lenços atingiriam maior notoriedade.
Com os conhecimentos de Ponto Cruz - adquiridos durante a infância - a moça em idade casadoira, bordava o seu lenço, com as quadras e as simbologias que brotavam da sua imaginação.
Neste trabalho estavam presentes valores que eram caros a jovens em idade de casar, tais como a fidelidade, dedicação, amor ou amizade...
Eram semanas ou meses de trabalho na elaboração de um lenço, lenço que poderia marcar ou não, o início de um namoro, consoante a reacção pública do "namorado" ou "conversado", isto é, conforme ele usasse ou não o lenço...
Com o passar dos tempos, caíram em desuso mas hoje procura-se recuperar as peças de um tempo em que as tradições eram diferentes mas que fazem parte integrante da cultura portuguesa.

Lenço de namorados


Seguidores

Número total de visualizações de página